Hoje, 20 de outubro, é dia do Controlador de Tráfego Aéreo. Deixamos aqui nossa singela homenagem a eles com este belo texto que reflete exatamente a missão destes profissionais.

E foi assim…
Deus chamou o homem e disse:
– Trabalharás com o suor do teu rosto 24h do dia, durante todos os dias do ano; serás anônimo e ninguém conhecerá o seu trabalho. Terás a extensão das minhas mãos por sobre terra e os mares. De ti exigirei a perfeição, pois que o erro em TEU ofício jamais será perdoado pelos teus semelhantes; velarás pelos outros homens tal como EU velo por todas as Minhas criaturas.
E o homem na sua humildade retrucou:
Como poderei fazer tais prodígios se sou apenas humano?
A voz de Deus disse:
Imaginei um mundo perfeito, onde não havia asas para os homens. Mas dei gênio impulsivo ao homem que criou máquinas voadoras que cruzam os ares, sempre maiores e mais velozes pondo em risco a sua própria segurança. A ti caberá zelar para que eles voem tranquilos, se eles assim o querem. Terás o dom da minha inspiração. Teus olhos e tuas palavras alcançarão milhares de milhas, mas nem sempre serás ouvido. Porém, ainda que não te ouçam, somente a ti imponho o dever de fazer com que eles voem seguros em suas máquinas imperfeitas.
Assim determinou Deus e assim foi feito.
Era 20 de outubro; o homem simples alçado de repente à condição de CONTROLADOR DE TRÁFEGO AÉREO iniciou o exercício de sua nobre missão. E o homem se foi…
Mas outros vieram; cresceram e multiplicaram-se.
E as máquinas voadoras continuam cruzando os ares, crescendo e multiplicando-se. A vontade de Deus continua sendo cumprida, assim na terra como no céu, agora e para sempre. Amém.

Autor: Walter Otelac