No dia 23 de Outubro de 1906, o brasileiro Alberto Santos Dumont, torna-se o primeiro ser humano a voar! A bordo do 14-Bis, sua criação, Dumont faz um voo no Campo Bagatelle, na França, que ficaria registrado como o inicio de uma grande revolução nos meios de transporte na Terra: o avião.

A Lei nº 218, de 4 de Julho de 1936, decreta o dia 23 de Outubro como Dia do Aviador no Brasil, em homenagem ao primeiro voo feito na história e graças a um brasileiro!

O Decreto de Lei nº 11.262, publicado no Diário Oficial da União, decretou que 2006 seria o Ano Nacional Santos Dumont, o Pai da Aviação (em homenagem ao centenário do primeiro voo de Dumont).

No dia 23 de Outubro também se comemora o Dia da Força Aérea Brasileira.

SER AVIADOR.

Ser aviador é trazer no coração
Bravura imensa glória e de coragem
É viver pela própria vocação
É morrer sem sentir esta passagem.

Ser aviador é sorrir na esperança
De conquistar todo o céu tão infinito
É ter a mais certa confiança
Que seu sonho nunca será mito.

Ser aviador é sofrer na emoção
De águia altiva, símbolo da glória!
É ter certeza que é nas lutas da aviação
Que terá a merecida vitória.

Ser aviador é unir na curta vida
Emoções jamais imaginadas
É sobrevoar sua pátria querida
É ter aos pés belezas imaculadas.

Ser aviador é ter na alma a alegria
De ser no céu pássaro conquistador
É exclamar a mais doce poesia
No aroma da mais delicada flor.

Ser aviador é enfrentar na dura sorte
Coisas comuns ao verdadeiro herói
É sorrir para a própria morte
É reagir quando tudo se destrói.

Ser aviador é cultuar com devoção
Seu nobre e puro sentimento
É honrar as fileiras da aviação
Impondo suas asas ao vento.

Autor: Cmte. Paulo Quinderé