Com a responsabilidade de vigiar 24 horas diariamente uma área de aproximadamente 4,5 milhões de quilômetros quadrados sobre o litoral brasileiro, atualmente a Aviação de Patrulha conta com aeronaves que são operadas por três esquadrões para cumprir essa missão. Toda essa história completa 75 anos no dia 22 de maio de 1942, marcado como o dia do “Batismo de Fogo”, quando uma aeronave de patrulha tripulada pelos capitães Afonso Celso Parreiras Horta e Oswaldo Pamplona bombardeou o submarino italiano Barbarigo.

A Aviação de Patrulha desempenha missões de patrulha marítima e também tem a responsabilidade de proteção a riquezas litorâneas, a exemplo do pré-sal. Essas ações são imprescindíveis para a FAB no que diz respeito ao cumprimento da sua missão de manter a soberania do espaço aéreo e integrar o território nacional, com vistas à defesa da pátria.

Salve a Patrulha!


Não deixe de ler!

ORDEM DO DIA – Dia da Aviação de Patrulha