No artigo anterior vimos onde são pintadas as designações das pistas, e que elas são sempre dois algarismos, de 01 até 36, mas como são definidos esses números?

 

Imagine um avião voando: ele segue uma direção, chamado de rumo magnético. Porque magnético? Porque é medido com uma bússola a partir do campo magnético terrestre. Por padrão o norte magnético é 000°. Como sabemos das aulas de geometria, uma volta completa em círculo são 360°.

 

Assim uma aeronave voando para o leste está voando no rumo 090°, para o sul é o rumo 180° e para oeste é o rumo 270°. O norte, além de 000, pode ser também 360°, e pra falar a verdade, fica estranho voar no rumo zero, por isso o norte é até mais conhecido como 360°, e se o piloto voando no rumo 360 fizer uma curva de um grau para a direita, estará aí sim no rumo 001.

 

As pistas também possuem essa orientação magnética a partir do norte magnético. Elas podem ser construídas em qualquer direção no solo (normalmente alinhadas com o vento predominante na região). Se um piloto está voando no rumo 150° perfeitamente alinhado com uma pista, é correto dizer que a orientação dessa pista é 150° também, e é dessa direção que a pista foi construída a partir do norte magnético que vem a designação numérica dessa pista.

 

Convencionou-se que seria utilizado para as pistas apenas os 2 primeiros dígitos, e eles seriam arredondados da seguinte forma: se o terceiro dígito for 5 ou maior, arredonda para cima, se for 4 ou menor, arredonda para baixo.

 

Por exemplo:

-> Pista com orientação 126 é arredondada para 130, elimina o terceiro dígito e tem-se a pista 13 (e como pistas são retas, o outro lado da pista será 180 graus maior. 126+180=306, então arredonda para 310 e tem-se a pista 31.

-> pista com orientação 063 será arredondada para baixo (060), será a pista 06, e do outro lado será 243, arredondado para 24.

-> pista com orientação 225 arredonda para 23. Como isso é maior que 180, o outro lado será menor, 225-180=045, arredondado para cima fica 05.

 

Assim são determinados os números 15/33, 11/29, 18/36, 01/19, 02/20, etc..

Pista maior que 36 só mesmo no GTA! (ou, como vimos no artigo anterior, se tiver 4 ou mais pistas “36” paralelas, uma ou mais pode ser 37 para diferenciar)

Easter_bay_airport-69

E como já foi comentado anteriormente, com pistas paralelas são acrescentadas as letras L (Left – esquerda), C (Center -central) e R (Right – direita). Se um dia a terceira pista do SBCT sair do papel, de acordo com o projeto ela será paralela à pista 15/33 atual, então a pista 15/33 atual passará a ser a 15L/33R e a nova será 15R/33L, pois como a nova pista será do outro lado do terminal de passageiros, para um piloto em aproximação a nova cabeceira 15 estará à direita (Right) da atual, enquanto para um piloto em aproximação para a nova 33 esta estará à esquerda (left) da atual.

O norte magnético não é exatamente no polo norte do globo terrestre. Existe um fenômeno chamado declinação magnética, os polos sul e norte magnéticos estão com o tempo se afastando dos polos sul e norte geográficos. Hoje a orientação da pista 15 do SBCT é 153° daqui a alguns anos essa declinação fará com que a orientação seja 155°, e então a pista 15/33 será 16/34. A 11/29 será 12/30 e no BI será 01/19.

 

Fato curioso é um acidente que ocorreu com a Lufthansa durante aproximação para o aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro em 1959. Os reportes do acidente dizem que ocorreu enquanto a aeronave se aproximava para pouso na pista 14, o que gera dúvidas em algumas pessoas pois o Galeão possui duas pistas: 15/33 e 10/28. Porém esses números são após décadas de declinação magnética, as pistas eram de fato 14/32 e 09/27.