O spotter Marcio Wendt nos enviou fotos do B744F Cargolux ( LX-OCV ), que cumpriu o voo CLX760 procedente de Viracopos (VCP). Após retornar para Viracopos devido as condições meteorológicas desfavoráveis no Aeroporto Afonso Pena, a aeronave pousou em CWB aos 14:19Z (11:19 horário local). Estaremos mostrando abaixo quais eram as condições no momento da primeira vinda.

O 747 da Cargolux estava cumprindo o perfil de chegada ORANA 1 para a pista 33. Após a tripulação ser informada das condições meteorológicas, às 10:23 Zulu (07:23 horário local) deu-se início a duas órbitas sobre o fixo CT041 na expectativa de melhora das condições. Durante este período de espera foi emitido um SPECI ( O SPECI é uma mensagem que é confeccionada durante um METAR e outro, no caso de houver alguma mudança brusca. Tais como se começar a chover, nevar, rajadas de ventos mais fortes e outros.. )

SPECI SBCT 301010Z 00000KT 3000 BCFG BR SCT001 04/03 Q1026=
SPECI SBCT 301020Z 00000KT 0300 R15/0300 R33/0300 FG VV001 03/03 Q1026=
SPECI SBCT 301048Z 00000KT 1200 R15/1200 R33/1200 BR BKN001 06/06 Q1026=

Marcamos em vermelho a parte da mensagem que restringiu a aproximação das aeronaves durante este período (Entre 10 e 11 ZULU). Podemos observar que no momento em que o Cargolux iniciava sua órbita, no SPECI emitido aos 1020Z (07:20 hora local), que a visibilidade horizontal constava em 300 metros nas duas cabeceiras (15 e 33), teto de 100 pés e nevoeiro (FG).

Com essa breve explicação, esperamos que os amigos spotters/entusiastas tenham entendido um pouco mais sobre a importância desses informes na aviação durante um planejamento de voo ou durante o mesmo. Estamos abertos para responder quaisquer tipos de dúvidas sobre METAR/SPECI entre outras coisas caso queiram. Para aprender mais sobre decodificação METAR visite este link. Caso também queira aprender sobre o código TAF, sugerimos a leitura deste documento.



Você possui fotos ou vídeos deste tráfego? Gostaria de colaborar? contato@tmacuritiba.com

Comentários