A Infraero concluiu nesta quarta-feira (20/6) as obras de revitalização da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de Curitiba/Afonso Pena (PR). As melhorias, parte dos investimentos da Infraero para a Copa do Mundo de 2014, foram um investimento de cerca de R$ 20 milhões e tiveram início em setembro de 2011.

Os trabalhos contemplaram o recapeamento de toda a pista, a implantação de grooving (ranhuras cortadas na pista que auxiliam no escoamento de água) e a troca da iluminação. Também foram realizadas adequações da estrutura física para a instalação do ILS (Instrument Landing System, ou Sistema de Pousos por Instrumentos) Categoria III. O sistema, que orienta as aeronaves durante os procedimentos de pouso, permitirá maior visibilidade para estas operações em condições meteorológicas adversas.

Durante as obras, com o objetivo de garantir a segurança operacional, a pista foi interditada em horários pré-definidos. Para conscientizar os usuários, a Infraero investiu em campanhas informativas com banners, painéis e comunicados na mídia, conscientizando o público sobre a importância das melhorias realizadas na pista do aeroporto. Além disso, a Infraero, órgãos de aviação civil e companhias aéreas fizeram acordos sobre o remanejamento de horários de voos para garantir o bom nível de prestação de serviços nas operações durante as intervenções.

O superintendente do aeroporto, Antonio Pallu, ressaltou a importância da conclusão das obras, tendo em vista os impactos operacionais para a malha aérea e para a sociedade. “Todas as decisões tomadas foram assertivas e buscaram o máximo de agilidade, visando sempre à segurança operacional. Agradecemos imensamente o apoio e o esforço incondicional de todas as pessoas envolvidas nos trabalhos para concluir as obras”, destacou Pallu.

fonte: Canal Infraero

Comentários

  1. Jose Luiz da Costa disse:

    Mas, o novo pátio não terá ligação direta para cabeceira 33??? Na 15 temos perda de tempo, agora é na 33. Mas a Infraero não pensa???

  2. Marco SBCT disse:

    A ligação será pela India, o que faltou foi levar a Bravo até o fim do pátio, mas deixa prá la´, daqui uns 5 anos abre nova licitação e constrói.
    tenho ouvido entrevistas do Sr Palu no rádio, reportando que teremos o TPS II e 8 novas pontes, no pátio novo, na verdade será ampliação do TPS. Conclusão para o 1º semestre de 2014, o Ano da Copa.

  3. joseluizdacosta@yahoo.com.br disse:

    Todas as obras falam em COPA 2014, mas e hoje estamos no gargalo.