Manifestantes afirmam que terão de se deslocar para São Paulo ou Rio de Janeiro para fazer os exames nos escritórios de aviação civil da Anac dessas cidades. Órgão afirma que haverá bancas itinerantes.

Cerca de 300 estudantes de aviação, pilotos e mecânicos participaram de um protesto contra o fechamento do escritório de aviação civil de Curitiba da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A manifestação ocorreu em frente ao escritório da Anac, ao lado do Aeroporto do Bacacheri, na manhã desta sexta-feira (25). De acordo com a Anac, o fechamento desse escritório de Curitiba e das unidades do Recife (PE) e de Porto Alegre (RS) faz parte do processo de reestruturação do órgão.

Os manifestantes afirmam que terão de se deslocar para São Paulo ou Rio de Janeiro para fazer os exames nos escritórios de aviação civil da Anac dessas cidades. “Essa medida prejudicará pelo menos 5 mil tripulantes no Paraná. Não é possível ter de viajar para fazer qualquer prova”, afirmou o comandante Luiz Fernandes, diretor de segurança do Aeroclube do Paraná. Um abaixo-assinado está sendo feito no protesto. Faixas e cartazes foram produzidos pelos manifestantes e haverá discursos ao longo do ato. Um novo protesto está marcado para o dia 2 de março.

A assessoria de imprensa da Anac afirmou que os serviços oferecidos pelo escritório de Curitiba poderão ser solicitados pela Internet. “O atendimento das necessidades de nossos usuários por meio eletrônico será realizado via portal da Anac, inclusive solicitações de licenças e habilitações, o que padroniza exigências e agiliza (o atendimento)”, explicou a Anac, por meio de nota oficial.

O órgão informou ainda que os usuários não terão necessidade de viajar para outros estados para fazer provas. Uma banca itinerante fará os exames nas cidades onde os postos e escritórios da Anac serão fechados.

Os escritórios e postos da Anac de Curitiba, Porto Alegre e Recife deixarão de atender o público em um prazo entre 30 e 60 dias. O prazo para finalizar os procedimentos internos é de 180 dias.

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1100608&tit=Pilotos-e-estudantes-protestam-contra-o-fechamento-do-escritorio-de-aviacao-civil-da-Anac

Comentários

  1. Rafael Sobreiro disse:

    Bom deixa ve se eu entendi direito. Entao computadores e fiscais de prova vao continuar aqui para aplicar as provas? O que vai mudar e que teremos que marcar via internet seria isso?

  2. Marcelo Affonso disse:

    Também não entendi muito bem, mas pelo visto serão bancas em determinadas épocas do ano é isso? Por exemplo teriamos banca 1 vez por mês em Curitiba ou algo assim, pelo que eu entendi…. Se for isso parabéns a anac, voltando no tempo em que tinhamos banca a cada 4 meses e eram feitas ali no colégio Expoente no Bacacheri.
    Não demora muito e eles vão fazer a prova naquele papel carbono, os mais antigos sabem como era ehehehehe

    Abraços

  3. Raul disse:

    Banca itinerante é que nem tinha no tempo do DAC. De 3 em 3 meses vem funcionarios de fora e montam como se fosse um vestibular, em um colegio que fica ali perto do Aeroporto. Mas isso ajuda como quem faz prova de TIPO, por exemplo?

  4. Aonde eu fui amarrar meu burro?.Depois o pessaol reclama quando o povo migra p. fora do pais fazendo campanha p. repatraiar o brasileiros que moram fora do pais.Mas caros amigos da p.morar em um lugar assim?.QUE PAIS E ESSE?

  5. Everton disse:

    Raul, mesmo que funcione, isso é um retrocesso. O sistema está funcionando relativamente bem (tem falhas ainda), mas vc marca a data, faz a prova, o resultado sai na hora e se ficar pra segunda época pode refazer a prova 15 dias depois. Agora teremos novamente que esperar 3 meses pra isso? Sacanagem heim!
    Se voltarem o sistema antigo, será que vão cobrar 50 reais por TODAS as 5 provas de PC, por exemplo, como era antes? Claro que não!

  6. Luiz disse:

    Lamentável, parece que na aviação brasileira persiste uma coisa abominável que se chama CENTRALIZAÇÃO. É uma forma de concentrar o poder e os recursos…

  7. Rafael Sobreiro disse:

    Tenso mesmo!

  8. Luiz Carlos Nogarolli disse:

    E ainda dizem que as rodas da história não se movem para trás.Lamentável

  9. Caue Mardock disse:

    Por isso pessoal, essa indignação toda poderá ser demonstrada no PROTESTO de quarta feira, dia 2 de março no saguão do Afonso Pena as 17:00. A presença de todos será muito mais forte que a voz dos politicos.
    Abraço companheiros!