Comentários nos hangares a fora dizem que a Anac pretende fechar várias sedes regionais de atendimento ao público, incluindo o EAC-CT, que fica no aeroporto do Bacacheri.Nada de oficial foi publicado, mas há indícios suficientes que mostram que esta situação está mesmo para acontecer. Os próprios funcionários do EAC-CT dizem que isto ocorrerá em no máximo dois meses. Com isso, qualquer problema, por exemplo, com uma habilitação de piloto, por mais simples que seja, deverá ser resolvida nos escritórios centrais da Anac (RJ, SP ou DF), por correio (com risco de extravio de documentação e custos desnecessários), telefone (o usuário nem vai ver com quem está falando) ou até tendo que se deslocar pessoalmente até uma dessas unidades.

Nós do Terminal Curitiba procuramos não tomar partido em questões como esta, mas como esta ação atinge os interesses de muitos dos nossos leitores, principalmente de quem está ralando para checar PP ou PC, decidimos nos unir a esta causa, ajudando na divulgação deste fato.

Abaixo, um texto da presidência do Aeroclube do Paraná que também está revoltada com esta situação.

NOVO CAOS NA AVIAÇÃO CIVIL BRASILEIRA

Vem aí, outro enorme problema para tripulantes, usuários, aeroclubes, escolas, empresas de taxi aéreo, de serviços aéreos especializados que compõem a Aviação Geral no Sul do país, o maior segmento aeronáutico, após a Aviação da Região Sudeste. Já à alguns dias, são veiculados insistentes boatos de que a direção da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, determinou o fechamento do Escritórios de Aviação Civil de Curitiba-EAC-CT e a Unidade Regional de Porto Alegre-UR-POA, em mais um ato que demonstra a falta de compromisso com a Aviação Civil Brasileira. Só o maior Aeroclube da Região, possui mais de 1.200 alunos que tratam de todos os seus assuntos neste Escritório de Unidade.

Já é de longa data, desde a criação do órgão, que a Aviação Geral, de Pequeno Porte, Escolas, Tripulantes, Mecânicos e Alunos, enfrentam todo tipo de problemas para desempenhar suas atividades e manter o imenso número de documentos e exigências “em dia” como determina este órgão, que vem trabalhando em total falta de sintonia e desconhecimento da atividade aeronáutica.

Taxas absurdas, atendimento deficiente, atrasos na expedição de documentos, falta de examinadores para revalidação de licenças, questões e impedimentos burocráticos de todos os tipos – em sua maioria direcionados a Aviação Geral – já que as grandes empresas e seus proprietários enfrentam poucos percalços, já que a maior parte das ações do órgão ocorre no interesse de ambos – fazem da vida dos pequenos operadores um verdadeiro inferno, causando-lhes problemas e prejuízos de toda ordem.

Agora, em um posicionamento totalmente contrário as necessidades da Aviação Brasileira no Sul do país, que reflete o já habitual e total desconhecimento da Atividade Aeronáutica por parte de seus dirigentes e funcionários, a ANAC decide unilateralmente, arbitrariamente e sem qualquer tipo de consulta, simplesmente fechar estes Escritórios e Gerências, obrigando milhares de empresas, escolas e tripulantes da Região Sul, à viajarem, alguns, por muitos por milhares de quilômetros, até Rio de Janeiro, São Paulo ou Brasília, para resolverem qualquer tipo de problema, dos mais simples como a revalidação de uma Licença até os mais complexos. Já havendo imensa carência de profissionais no país, tais viagens agravarão a falta e a indisponibilidade de pilotos, mecânicos e aeronaves, que terão que se afastar de suas funções, enquanto viajam e aguardam a disponibilidade precária do órgão para a resolução de seus problemas.

É realmente um absurdo, que em pleno Século 21, em um país de dimensões continentais como o nosso, com a segunda maior aviação do planeta, um “Órgão Público”, se arvore no direito de desafiar e desestruturar toda a ordem e organização estabelecida, decidindo a “bel prazer” encerrar suas atividades na Região Sul por sua conveniência – não da nossa, alunos, tripulantes, escolas e operadores – que como cidadãos e Contribuintes já pagam impostos – e ainda tem que pagar taxas e emolumentos por qualquer serviço prestado pela Agência, que apenas cumpre sua função e não nos presta favor de qualquer tipo.

Assim, exigiremos o não fechamento dos Escritório de Aviação Civil de Curitiba-EAC-CT como também da Unidade Regional de Porto Alegre-URPOA. Solicitamos à todas as personalidades públicas e privadas com Poder de Decisão, que diligenciem contra este abuso administrativo, mesmo porquê, a Aviação Geral é ferramenta essencial para que autoridades, empresários e elementos com Poder de Decisão, desempenhem suas funções com eficiência, lucratividade, tranqüilidade e conforto!

Curitiba, 16 de Fevereiro de 2011.

AEROCLUBE DO PARANÁ

PRESIDÊNCIA E DIRETORIA

Comentários

  1. Marcelo Affonso disse:

    É a ANAC mais uma vez andando contra o fluxo atual da aviação. Mas isso não me espanta nem um pouco, pois medidas como essa são totalmente normais vindo da ANAC.

    A ANAC tem em mente, aquele velho pensamento que quem mexe com a aviação é milionário, e não é assim. Suamos para pagar horas de vôo, tristes por pagar taxas exorbitantes que sabemos que não irá ter retorno.

    Agora ainda mais essa, sabemos o quanto é PORCO e DEMORADO os serviços da ANAC, nada se resolve como apenas uma ida ao seu escritório e agora, teremos que ir para outras capitais, para resolver simples problemas.

    Quem irá arcar com os custos de eu precisar ir no RJ, BSB ou SP 2,3,4,5 vezes para simplesmente pedir um vôo de cheque?

    Sem contar a demora, imagine toda os “tramites” relacionados a tripulantes, aeronaves, mêcanicos, tudo relacionado a aviação concentrado em poucas capitais?

    É realmente mais uma atitude a lamentar de uma agência que se diz a favor do crescimento da aviação. Não vai parar por aí tenham certeza, a próxima bomba vai ser quando aumentarem os mínimos para tirar habilitações, quem viver verá!

    Companhias aéreas pintam e bordam em cima do cliente, deixam passageiros no aeroporto, cancelam vôos sem explicação e a ANAC não faz absolutamente nada, só toma medidas para complicar e tirar dinheiro do lado mais fraco, que são os tripulantes, mêcanicos, e todo o pessoal que faz a aviação acontecer diariamente.

    Abraços

  2. Gabriel disse:

    Cara, e difícil terminar de ler isso, é inacreditável, ANAC cobra taxas absurdas R$300,00 para emitir um “certificadozinho” médico, e R$250,00+R$100,00 para emitir uma “carteirinha” para PP, o problema só começa ai, ela não faz 1% do que é para fazer, pagar isso(só em taxas!!) e ainda ter todo esse desrespeito.

    Quem trabalha lá dentro muitas vezes não consegue interpretar os regulamentos que criam-se na ANAC. Querem contratar pilotos estrangeiros, e os brasileiros que se ferem.

    Os pilotos quase se matam para começar a voar e depois são explorados pela empresas e quem tem que fiscaliza esta nem ai com isso, e ainda quem paga a multa são os pilotos, é claro. Totalmente “indiguinante”, ter que passar por mais essa “tensão” na aviação aqui BRAZIL.

    Já assinei o abaixo assinado lá na AEROCON, porém a democracia no Brasil funciona SEMPRE! ¬¬’

    Força galera, mais essa barra para enfrentar na aviação!!!

  3. Rafael Sobreiro disse:

    Q legal hein! Negócio e fazer a banca antes disso entao! -.-“

  4. João Vitor disse:

    Oscar Lima Alpha!!!
    Pessoal sou estudante de PPA do Aeroclube e lá todos assinamos um baixo assinado contra essa palhaçada citada acima. Quem puder dar uma força ai, favor comparecer na secretaria do aeroclube e assinar também…

    Valew galera!!!

  5. Everton disse:

    João, passei lá ontem, já tinham enviado o abaixo assinado para a Anac.

    Acho isso um absurdo. Pura falta de respeito com os aeronautas e aeroviários da região.

  6. Henrique disse:

    Pena que os pilotos no Brasil são uma classe desunida, caso contrário a anac não ficaria fazendo o que eles querem e do jeito que querem, Pilotos, escolas e aeroclube, ja passou da hora de nos unirmos para evitar esse tipo de abuso..

  7. Gustavo disse:

    Que saudade do DAC!!!! Isto é retrocesso, num país que se diz em desenvolvimento, além de ser uma chacota contra os Aeronautas e Aeroviários. A ANAC está na contramão do país. Senhores por favor, não façam de nossa profissão um inferno de peregrinação em seus departamentos Precisamos dos escritórios regionais!! Atitudes como esta, mostram que a ANAC não tem a mínima consideração pela categoria que os sustenta. Pessoal, vamos nos unir, é chegada a hora!!!!!! Vamos fazer valer a democracia e nosso direito de expressão e deliberação.

  8. Ederson disse:

    isso realmente é uma VERGONHA, se jah está ruim com a ANAC, sem ela ficará pior!!! isso só pode ser estratégia para abrir as portas para estrangeiros e com isso botar mais dinheiro no bolso dos Bom da boca!