Fonte: http://bandab.pron.com.br/jornalismo/noticias/25754/?noticia=vento-derruba-aeronave-apos-decolagem-e-por-pouco-residencias-nao-sao-atingidas

Bruno Henrique/Banda B

Um vôo panorâmico que deveria durar menos de uma hora por pouco não acabou em tragédia, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. O fato aconteceu por volta das 16h da tarde desta quarta-feira (20). O ultraleve havia acabado de decolar do Aeroclube de Piraquara, localizado na rua Betonex e, devido a força dos ventos que passavam de 45 km/h no momento da queda, não conseguiu força para subir, caindo em um córrego. O piloto da aeronave ainda não identificado, de aproximadamente 60 anos, teve ferimentos nas pernas e foi encaminhado por populares ao hospital.

Moradores do Jardim Holandês, local em que a aeronave caiu, acompanhavam com curiosidade o ultraleve no córrego, nas proximidades de várias residências. “Olha, não cheguei a ver a queda, só vi o avião caído, graças a deus que não foi nada sério né. Imagine se ele vem em direção às casas, deus o livre”, relatou à Banda B, o aposentado Alcino Venâncio de Paula.

Segundo informações apuradas pela Banda B no local da ocorrência, o ultraleve era experimental e, por isso, não possuía prefixo. Os danos na aeronave avaliada em R$ 180 mil foram maiores na lateral direita. Como o ultraleve chega a uma velocidade 100 milhas, por pouco a tragédia não foi maior.

A reportagem busca agora a identidade da vítima, já que ele não estava mais no local. Suspeita-se que o piloto seja um militar aposentado, já que ele teria pedido para ser encaminhado ao Hospital da Polícia Militar, em Curitiba.