O Aeroporto do Bacacheri recebeu no inicio da noite de domingo uma aeronave Aerospatiale HB355F2 Esquilo, da Marinha do Brasil. Modelo bi-turbina que não fez tanto sucesso no Brasil como seu irmão mono-turbina. A mesma estava vindo do Rio Grande no Rio Grande do Sul, com escalas em Porto Alegre e Florianópolis, e segui para mais uma escala em Campinas antes da chegada na Base Aéreo Naval de São Pedro da Aldeia/RJ. Até Rio Grande ela veio abordo do seu navio base desde a Antártica! Isso mesmo, ela ficou lá por 6 meses durante o verão no continente gelado apoiando os pesquisadores.

Na terça-feira esteve pelo SBBI um Cessna 414 Chancellor, que fica baseado no Aeroclube de Santa Catarina (SSKT) próximo a Florianópolis. Fora esse só existe um outro voando com matrícula brasileira. A aeronave decolou pela tarde com uma chuva fraca sobre o aeródromo.

Na mesma terça estava em solo um Beechcraft B60 Duke, outra raridade cuja só existe mais uma em voo com matricula brasileira.

Agradecimentos a tripulação da Marinha do Brasil e a Infraero do Bacacheri.

Seguem as fotos!